Curiosidades

 SAIBA MAIS SOBRE VITAMINAS

As vitaminas e os minerais são nutrientes essenciais para o funcionamento do nosso organismo, principalmente, porque ajudam a evitar muitas doenças. Devem ser ingeridos através da alimentação, ou suplemento alimentar, já que não são produzidos pelo organismo

No ser humano, a quantidade a ser ingerida pode variar conforme idade, sexo, estado de saúde e atividade física do indivíduo. As doses devem ser aumentadas em gestantes e lactantes, em indivíduos em crescimento ou com saúde debilitada, e mesmo trabalhadores em funções que exijam muito esforço físico.

As vitaminas são classificadas conforme substâncias que as dissolvem. São lipossolúveis, solúveis em gorduras, as vitaminas A, D, K, armazenadas no fígado, e a vitamina E, que é distribuída para todos os tecidos de gordura no corpo. As substâncias lipossolúveis não são facilmente eliminadas pelo organismo e tendem a se acumular provocando intoxicação se ingeridas em excesso.

Outro grupo é o das hidrossolúveis, ou solúveis em água, como as vitaminas C e as do complexo B (1, 2, 3, 5, 6, 8 e 9), que permanecem no corpo por um pequeno período de tempo antes de serem eliminadas pelos rins e, por essa razão, devem ser ingeridas diariamente. A B12 também é hidrossolúvel, mas permanece armazenada no fígado.

Grupo das vitaminas lipossolúveis compreendem

Vitamina A –  protege o organismo da cegueira noturna, essencial para o desenvolvimento normal do feto, protege o sistema imunológico, crescimento normal da estrutura óssea e dos dentes; ação protetora contra danos oxidativos,  protege as células contra radicais livres.

Carência provoca: secura nos olhos, retardo no crescimento, falta de apetite, afeta a estrutura de vários órgãos, alterações nervosas, alterações na pele( nefrite); aumento de infecções.

Vitamina D É sintetizada com a ajuda dos raios solares e imprescindível para a produção de insulina e a manutenção do sistema imunológico. Ajuda na absorção do cálcio, previne a osteoporose.

Carência provoca; raquitismo em crianças, osteomalacia em adultos, absorção intestinal inadequada, reabsorção renal de cálcio e fósforo

Vitamina K – Componente na formação de 13 proteínas essenciais para a coagulação do sangue e envolvida na construção dos ossos.

Vitamina E (tocoferol) – Forte antioxidante contra radicais livres, previne o câncer e doenças cardiovasculares, protege o sistema reprodutor, previne catarata, reforça o sistema imunológico, melhora a ação da insulina, favorece o metabolismo muscular  atua na prevenção do envelhecimento precoce , previne o surgimento de doenças neurológicas, displasia mamária e alivia os sintomas da TPM. Cápsulas de óleo de gérmen de trigo são boas fontes de vitamina E.

Carência provoca: A falta de vitamina E no organismo está relacionada principalmente com problemas neurológicos como perda de reflexos, problemas de equilíbrio, falta de coordenação e dificuldades em andar. Porém a falta de vitamina E é rara e quando acontece está geralmente associada à problemas de má absorção intestinal.

A vitamina E  tem também um papel importante na formação de hormônios e por isso é importante na fertilidade assim a falta de vitamina E pode estar relacionada com a infertilidade, dificuldade de engravidar ou até com casos de aborto.

Grupo das principais vitaminas hidrossolúveis (complexo B):

As vitaminas do complexo B estão envolvidas em todos os processos do nosso organismo. São importantes para o fornecimento de energia e para o sistema nervoso centra.
Vitamina B1 (Tiamina) – Mantém sistema nervoso e circulatório saudáveis, auxilia na formação do sangue e no metabolismo de carboidratos, previne o envelhecimento, melhora a função cerebral, combate a depressão e a fadiga, converte o açúcar no sangue em energia.

Carência provoca: fraqueza muscular e dificuldades respiratórias, confusão mental, taquicardia, aumento do coração

Vitamina B2 (Riboflaviana) – Ligada à formação de células vermelhas do sangue e anticorpos, envolvida na respiração e processos celulares, previne catarata, ajuda na reparação e manutenção da pele e na produção do hormônio adrenalina.

Carência provoca: coceira nos olhos, fotofobia, lacrimação, queimaduras, inflamações na língua, anemias, seborréia

Vitamina B3 (Nicotinamida) – Aumenta a circulação, reduz triglicérides e colesterol, ajuda no funcionamento adequado do sistema nervoso e imunológico, poderoso calmante natural, regula o açúcar no sangue, protege o corpo contra poluentes e toxinas.

Carência provoca: fraqueza muscular, indigestão, erupções cutâneas, dermatites,diarréia, demência, tremores

Vitamina B5 (Ácido pantotênico) – Ajuda na formação de células vermelhas do sangue e na desintoxicação química, previne degeneração de cartilagens, ajuda na construção de anticorpos, reduz colesterol e triglicérides, ajuda nas disfunções hormonais, estimula a secreção da cortizona natural que melhora a artrite, reumatismo combate fadiga, depressão, insônia.

Carência provoca: lesões na pele, problemas gastrointestinais, dor de cabeça, cansaço, náuseas, desordem no sistema nervoso, desidratação, hemorragia.

Vitamina B6 (Piridoxina) – Reduz o risco de doenças cardíacas, ajuda na manutenção do sistema nervoso central e no sistema imunológico, reduz espasmos musculares, alivia enxaquecas e náuseas, reduz o colesterol, melhora a visão, previne aterosclerose e câncer, permite assimilação das proteínas e gorduras, melhora os sintomas da TPM .

 Carência provoca: Anemia, dermatites, glossite

Vitamina B8 (Biotina) – Auxilia no crescimento celular, produção de ácidos graxos e redução de açúcar no sangue, combate infecções, promove a saúde das glândulas sudoríparas, do tecido nervoso, da medula óssea, das glândulas sexuais e células sanguíneas, previne a calvície, alivia dores musculares, baixa a intolerância à insulina em diabéticos.

Carência provoca: conjuntivite, caspa, perda de cabelo, seborréia, dermatite, perda de pigmento da pele, pelos secos ou escamosos.

Vitamina B9 (ácido fólico) – Manutenção dos sistemas imunológico, circulatório e nervoso, antitóxico, ajuda a combater o primeiro infarto, o câncer de mama e de cólon, parasitas intestinais e envenenamento alimentar, diminui o risco de aterosclerose, promove a saúde dos cabelos e da pele, reforça o sistema imunológico e o sistema nervoso central, atua na formação dos glóbulos vermelhos.

Carência  provoca: anemia, distúrbios no trato gastrointestinal, alterações na medula óssea, lesões nas mucosas, queda de cabelo.

Vitamina B12 (Cobalamina) – colabora na formação de glóbulos vermelhos e na síntese do ácido nucléico, manutenção do sistema nervoso, ajuda no crescimento e desenvolvimento do corpo, importante para a memória.

Carência provoca: perigo de danos neurológicos, mudanças hematológicas e neurológicas, anemia. o fadiga, dificuldade para respirar, diarréia, nervosismo, dormência, dificuldade para andar, incontinência urinária e lesões no sistema nervoso.

 Vitamina C (ácido ascórbico) – Indispensável para a síntese do colágeno, ajuda na manutenção das funções glandulares e do crescimento, manutenção dos tecidos, previne o câncer, aumenta a imunidade; protege contra infecções, conserva os vasos sanguinios e os tecidos, ajuda na absorção de ferro, aumenta a resistência as infecções, favorece a cicatrização e o crescimento normal dos ossos.

Carência provoca:   propensão ao desenvolvimento de doenças, como gripes e resfriados, gengivas sensíveis que sangram ao escovar os dentes,hemorragia nasal mais frequente, anemia ferropriva, pois a vitamina C ajuda a absorver melhor o ferro, apatia, ficar sem vontade de fazer nada, ora depressão, ora ansiedade, cicatrização lenta das feridas,  aparecimento de pequenas varizes.

COLINA

A colina é uma das vitaminas do complexo B. As duas principais funções da colina envolvem o cérebro. Ela é importante para a formação do neurotransmissor acetilcolina, que regulariza de maneira indireta a memória, a cognição e entra no controle da frequência cardíaca, da respiração e da atividade dos músculos. Outra função da colina é entrar na formação da esfingomielina que forma a capa dos nervos que chamamos de bainha de mielina. A bainha de mielina tem que existir para que o impulso nervoso caminhe nos neurônios, ela é a capa dos neurônios Ajuda na memorização e no tratamento do Alzheimer; controla o colesterol e as gorduras no corpo; ajuda a eliminar substâncias tóxicas (venenos e drogas) e na reconstrução do fígado danificado pelo álcool.

Deficiência de colina: Uma dieta deficiente em colina pode causar problemas cardiovasculares e degenerativos cerebrais e também favorecer o acúmulo de gordura no fígado. Os sinais de que há deficiência de colina são: déficit cognitivo, alteração na concentração, dificuldade de cognição e compreensão, alteração nos músculos, dores musculares, salivação excessiva, enjoo e náuseas.

Cálcio
É um mineral importante para desenvolver e manter a saúde dos ossos e dentes,  regula os batimentos cardíacos, favorece a coagulação do sangue e atua na transmissão de impulsos nervosos.

Magnésio 
É essencial para a formação óssea e de serotonina – neurotransmissor  relacionado ao bem-estar –, sendo importante em casos de depressão. Ajuda a aliviar os sintomas da TPM. É relaxante muscular e dos vasos sanguíneos, por isso beneficia a saúde cardiovascular.

Ferro
É importante para o sistema imunológico e para a prevenção e o tratamento de anemias. É um mineral fundamental para a função da tireoide, para o sistema nervoso central, para a destoxificação do fígado e para a formação de colágeno. Participa da síntese dos neurotransmissores serotonina e dopamina, sendo importante para o sistema nervoso.

Zinco
Mineral essencial para o sistema imunológico, tem ação antioxidante, prevenindo doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e retardando o envelhecimento. Facilita a cicatrização de feridas e melhora a fertilidade.

Cromo
Mineral importante para diabéticos, já que melhora a ação da insulina e regula os níveis de glicose no sangue. Está envolvido na redução dos níveis de LDL-colesterol (colesterol ruim), colesterol total, triglicérides e aumento do HDL-colesterol (colesterol bom), prevenindo o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
 

.